[INFOGRÁFICO] Aço verde: entenda como ele é produzido e os benefícios de usá-lo

Estar atento ao surgimento de novos materiais e tecnologias é parte essencial da gestão de manutenção industrial, assim como de quem gerencia a produção. Afinal, em tempos de concorrência cada vez maior, inovar é sempre uma alternativa interessante para gerar um diferencial competitivo com ganhos de produtividade.

Foi nesse contexto que surgiu o aço verde, uma idealização brasileira que vem se destacando no mercado. Mas, afinal, de onde ele veio? Como é seu processo de produção? Quais são os seus benefícios? Que impactos já podemos identificar no mercado?

Nesta leitura você vai encontrar as respostas para essas e outras perguntas. Confira!

O que é o aço verde?

O aço verde é um material desenvolvido no Brasil e que tem como principal singularidade o processo produtivo ecológico. Isso significa, na prática, que ele é gerado por meio de carvão vegetal, sem a necessidade de utilizar combustíveis fósseis. Também conhecido como Aço Verde do Brasil (AVB), o material representa uma inovação em escala global.

A idealização do AVB

O projeto de desenvolvimento durou cerca de sete anos, sendo concluído em 2015. O objetivo inicial era justamente elaborar um processo de geração de aço feito exclusivamente com energia limpa e renovável. A solução encontrada foi utilizar o carvão vegetal originado em florestas de eucalipto.

Essa vegetação tem como grande vantagem um processo de reflorestamento facilitado, algo que permite que a produção do carvão seja feita com impacto ambiental reduzido. Por isso, o projeto foi desenvolvido inicialmente no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, onde o plantio pôde ser feito com um controle a nível genético.

A produção do aço verde

Para começar, são escolhidas as melhores mudas de eucalipto para semear o solo. Para garantir o nível de qualidade planejado, é realizado um procedimento de otimização genética. Resumidamente, diferentes espécies são combinadas para melhorar a resistência da planta a possíveis predadores e, até mesmo, à restrição hídrica.

Feita a combinação genética, o processo segue para um plantio de experimento, onde são avaliados fatores nutricionais, resistência a doenças etc. O processo de controle biológico feito no Brasil é extremamente sofisticado para garantir que o plantio e a colheita sejam de alto padrão de qualidade.

O ciclo da colheira, por sua vez, demora cerca de 7 anos, enquanto a produção do carvão leva em torno de 15 dias. Vale destacar o uso de uma tecnologia que neutraliza a emissão de gases poluentes e fumaça durante esse processo.

Por fim, o carvão é encaminhado para as siderúrgicas que produzem o aço verde, enquanto os milhares de hectares são reflorestados para a continuidade do ciclo de produção sustentável.

Quais são os benefícios do aço verde?

O primeiro ponto a ser destacado é, sem dúvidas, o alto nível de sustentabilidade do projeto como um todo. A preocupação em desenvolver um processo produtivo limpo desde o primeiro passo é algo que agrega um valor incalculável ao aço verde. Não é à toa que ele vem se destacando a nível mundial nos quesitos eficiência, qualidade e sustentabilidade.

Além disso, o AVB traz consigo uma característica fundamental para a indústria: o baixo custo de produção. Por ser economicamente viável, sua adoção é uma tendência que vem ganhando espaço — e os resultados já podem ser notados muito além da indústria de aço, como mostraremos mais à frente.

Por fim, vale destacar que essa é uma iniciativa 100% brasileira. Os seus frutos já estão beneficiando diversos outros setores e, consequentemente, a economia do país.

Qual o impacto do aço verde na economia?

A indústria do aço verde vem aquecendo o mercado siderúrgico, especialmente em Minas Gerais. Com a maior área florestal plantada do Brasil, o estado não só é o berço dessa inovação, como continua em ritmo acelerado de produção.

Os dados do Jornal Tempo mostram, por exemplo, que até 2016 a produção de madeira foi de 2,2 milhões de metros cúbicos, contabilizando mais de 9 milhões de mudas por ano. O plantio se estende por 4.000 hectares, gerando emprego diretamente para cerca de 1.200 pessoas, além dos 2.400 funcionários da Aperam South América, responsável pelo projeto.

O cenário demonstra que o potencial do aço verde é enorme, tanto a nível nacional, quanto internacional. Não é à toa que o mercado de carvão sustentável em Minas Gerais tem sido observado como um ambiente promissor de negócios.

Um fator importante a ser destacado, nesse sentido, é a importância de investir em qualidade e processos mais sustentáveis em todos os níveis da produção — algo que passa diretamente pela estratégia de manuseio do principal recurso natural: a madeira.

Qual a importância dos lubrificantes nesse contexto?

Se um dos diferenciais do aço verde é justamente a produção ecologicamente correta, o sistema de corte e reflorestamento deve ser estabelecido de acordo com os mesmos critérios. Tendo isso em mente, o processo elaborado inclui a utilização dos lubrificantes PETRONAS Chainsaw para motosserras.

Essa linha foi desenvolvida para o uso na indústria de papel, madeira e celulose, assim como do carvão de florestas plantadas. Sua principal característica é a maior adesividade do produto. Isso melhora o tempo de vida útil e ainda tem um impacto positivo do ponto de vista ecológico.

Com a nova formulação, o lubrificante fica mais adesivo na corrente, evitando que respingos caiam no solo. Somado à maior durabilidade, esse fator contribui para um processo mais limpo. Vale destacar que os próprios galhos cortados costumam ser reutilizados no local para adubagem do solo.

Além do PETRONAS Chainsaw, os outros produtos da linha são: o Arbor CMS e o Tutela LC-1. As suas vantagens incluem a ação antidesgaste, a proteção contra a corrosão e, ainda, o resguardo em baixas temperaturas.

São diferenciais que colaboram para que o processo seja eficiente, sustentável e economicamente viável. Por isso, a indústria do aço verde tende a crescer nos próximos anos, ganhando ainda mais espaço no Brasil e no mundo.

Como você pôde ver, o aço verde representa um grande passo no quesito sustentabilidade no mercado siderúrgico. O segredo desse sucesso é investimento em projetos inovadores e, claro, a qualidade dos produtos utilizados em cada etapa. A curto e longo prazo, os resultados serão expressivos!

Fonte: https://inovacaoindustrial.com.br

Conheça a comercial 2001, uma empresa que fornece tudo que sua indústria precisa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: